Projeto Montes Claros: Construção do Sistema Único de Saúde na Visão de Atores Envolvidos Historicamente no Processo

Patrick Leonardo Nogueira da Silva, Fabiana Mota Schitini, Priscila Pereira Ramos de Oliveira, José Márcio Girardi de Mendonça, José Ronivon Fonseca

Resumo

O presente estudo objetiva identificar a relevância do Projeto Montes Claros na construção do Sistema Único de Saúde na visão de atores envolvidos historicamente no processo. Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo, abordagem qualitativa, utilizando-se a História Oral na qual buscou resgatar informações do passado através de testemunhas históricas. A pesquisa foi realizada através de uma entrevista a dois atores do processo. Segundo os atores, o Sistema Único de Saúde nasceu em Montes Claros. A experiência iniciada e estendida pelo Programa de Interiorização de Ações de Saúde e Saneamento e por todo o nordeste foi um passo a frente em relação ao Plano de Localização de Unidades de Serviço, já que um modelo alternativo não foi apenas construído, mas vivido, transformando a proposta teórica em experiência de luta política. Contudo, Montes Claros foi o palco onde se enfrentaram propostas divergentes de organização dos sistemas regional e nacional de saúde.

Palavras-chave

Reforma dos Serviços de Saúde; Saúde Pública; Sistema Único de Saúde

Texto completo:

Texto Completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.